Os 5 Estágios da Profissão de Ilustrador de Livros Infantis

Várias pessoas me escrevem perguntando como se tornar ilustrador. Para algumas que já desenham ou estudam artes, é mais fácil compreender que decisões tomar e o que devem fazer para chegar ao seu objetivo profissional.


Quando eu comecei a pensar em ilustrar, a minha única intenção era fazer uma faculdade de artes. Pensei que isso seria suficiente. Porém, depois que comecei a realmente trabalhar com ilustração, vi que há muitos outros aspectos a serem explorados. A faculdade prepara você de forma técnica, mas não ensina a divulgar e vender suas ilustrações. Tampouco auxilia na parte comercial, financeira e fiscal da profissão.


Em alguns países, existem instituições que ensinam especificamente para ilustração de livros infantis. Aqui, geralmente fazemos faculdade de artes e o resto vamos aprendendo por conta própria. E o pior é que nem sempre sabemos que caminho tomar, quais cursos fazer, e o que devemos aprimorar.


Há várias áreas nas quais o ilustrador pode trabalhar. Assim como há várias especialidades em outras áreas, também há ramificações na área de ilustração. A minha área, como vocês já devem saber, é a de ilustração infantil, e é sobre ela que vou falar.


Para me tornar ilustradora, tive que aprender muito mais do que apenas desenhar. Como dispor as imagens numa página, como fazer um layout que favorecesse a história, como narrar visualmente, como enquadrar uma ilustração, quais cores utilizar, quais outras técnicas poderia utilizar...


Para aqueles que me pediram, fiz um esquema dos estágios da profissão do ilustrador. Acredito que definem bem cada momento da carreira do ilustrador de livros infantis. Leia abaixo.



Além de se tornar um profissional, acrescentei um quinto estágio, que engloba outras atividades que podem ser realizadas pelo ilustrador profissional. É o que chamei de especialização ou aperfeiçoamento.


Por que isso?


Porque nem todo ilustrador faz um livro do início ao fim. Quando eu falo isso, estou falando do trabalho que vai além das ilustrações. É quando você recebe o manuscrito do autor e faz todo o trabalho até impressão gráfica.


Há ainda a possibilidade de licenciar suas ilustrações para produtos. Existem algumas modalidades, como você licenciar para empresas diretamente, para sites onde o cliente escolhe a imagem e o produto é fabricado depois, e também quando você mesmo produz o seu produto e revende.


Outra ramificação é quando passa a ministrar workshops de ilustração, tanto para crianças quanto para adultos. Isso costuma ocorrer depois que o profissional já possui certa reputação dentro do meio.


Como sempre digo aqui, é importante planejar. E creio que esquematizar esses estágios possa ser útil para quem deseja se planejar para sua carreira. Para finalizar:


Um objetivo, sem um planejamento, não passa de um sonho. E, infelizmente, sonhos não são reais.

140 visualizações