Uma ilustradora que admiro

Quem já lê meus artigos há algum tempo sabe que valorizo a iniciativa. Acredito que o tempo de ficar esperando ser 'descoberto' como ilustrador já passou.


Hoje em dia, temos muitas possibilidades para trabalhar sem esperar que alguém nos contrate. O início é difícil para todos e nós mesmos podemos investir em produtos ou livros e tomar as rédeas de nossas vidas.


Uma ilustradora que é muito famosa, embora já falecida, também passou por um início difícil. Beatrix Potter, mesmo vivendo nos idos 1800, começou desenhando cartões de Natal para ganhar dinheiro. Quando já tinha mais recursos, decidiu que iria escrever suas próprias histórias.


Porém, Beatrix não conseguiu encontrar uma editora que publicasse as suas histórias. Recebeu muitas cartas de rejeição e decidiu que ela mesma iria patrocinar seu livro. Criou um pequeno livro em preto e branco com a histórias de quatro coelhinhos e publicou 250 cópias.


Logo depois uma editora se interessou pelo livro e resolveu publicar. Foi um sucesso e vendeu 20 mil cópias. Esse livro era "As aventuras de Pedro Coelho". Depois disso, ela publicou mais 23 livros.


O que me impressiona é que, em 1890, quando as mulheres ainda nem votavam, ela já tenha tido a iniciativa de fazer um livro sozinha. E sua proatividade foi recompensada. Além de ter tido a oportunidade de publicar muitos outros livros, hoje é uma das escritoras e ilustradoras mais famosas e queridas da Inglaterra. Há vários livros publicados sobre ela, bem como um filme.


Se desejar conhecer mais sobre Beatrix Potter, conheça o livro que fala sobre sua obra e ilustrações.




20 visualizações